segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

"Amor em tempo do Cólera" - Pienso en ti

Finalmente terminei o livro, assisti ao filme, e achei uma pesquisa científica sobre o assunto (segue o link para ler o trabalho na íntegra)... abaixo a transcrição da conclusão do trabalho (maravilhoso por sinal), e na minha opinião, a melhor trilha sonora do filme!!! No final, como sempre, meu comentário... Desejo uma excelente viagem ao mundo do amor a todos!



Pienso en Tí (tradução)
Shakira

Penso Em Ti
Cada dia penso em ti
Penso um pouco mais em ti
Despedaço minha razão
Se destrói algo em mim.
Cada dia penso em ti
Penso um pouco mais em ti.
Cada dia penso em ti
Penso um pouco mais em ti
Cada vez que sai o sol
Busco algo de valor para
Continuar assim
E te vejo, mas não te toco,
E rezo por ti cada noite
Amanhece e penso em ti
E retumba em meus ouvidos
O tic-tac dos relógios
E sigo pensando em ti
E sigo pensando...

********************************************************************
O Amor nos Tempos do Cólera

AUTORA: MARLI SAVELLI DE CAMPOS

"O amor pode assumir diversos aspectos em toda a existência, neste trabalho foi revelado duas faces, o amor carnal, que inclui a aproximação física e o envolvimento emocional entre os parceiros, e o amor ideal, em que o amado (a) possui a atenção do (a) amante de modo quase exclusivo, por tempo indeterminado.
No amor ideal, romântico, a paixão é mais intensa, torna-se um ciclo de ilusões que, se não for encarado com maturidade, pode vir a prejudicar o relacionamento ao invés de beneficiá-lo. É como uma faca de dois gumes: é sadio – quando usado corretamente, já que não podemos negar que a sensação de estarmos apaixonados nos faz bem, nos faz flutuar, e por instantes, é benefício para a alma acreditar que tudo é perfeito; é nocivo - se usado de maneira errada, pois este, de certa forma, distorce a realidade, podendo fazer com que a vida seja desperdiçada, passando a viver em prol de uma perpétua ilusão, que em algum momento poderá ser anulada, seguida de uma frustração face à realidade.
O amor carnal, realístico, não é emoção arrebatadora e ofuscante que vemos no mundo da ficção, o amor são os pequenos atos do cotidiano que se intensificam no decorrer da vida, fazendo o amor florescer, é a construção de uma vida, uma família e um lar. O verdadeiro amor não se reduz ao físico nem ao romântico, o verdadeiro amor é a aceitação de tudo o que o outro é, do que foi, do que será e do que já não é mais, prevalecendo o plano de construção em comum.
Como pudemos constatar no capítulo dois, a metáfora e o amor são indissociáveis, andam sempre juntos, pode-se dizer que são desabafos em forma de metáforas que revela a profundidade do amor, da alegria, da esperança, ou do desespero dos amantes. O amor, assim, como a vida é construído de modo único por aqueles que se amam, a relação amorosa terá o perfil que lhe derem os enamorados.
Aos apaixonados, aos que querem se apaixonar, aos que não são correspondidos em suas paixões, recorram às lições de humanidade de Gabriel García Márquez e procurem reconhecer o Florentino Ariza que habita calado e esperançoso, dentro de suas almas. O medo de amar condena à solidão e ao esquecimento."

(http://mscamp.wordpress.com/o-amor-nos-tempos-do-colera/)

*****************************************************************************

Ci>> Estes dias atrás recebi um parágrafo do livro Love in time of Cholera - Gabriel Garcia Marquez, e por este parágrafo fui seguindo, fuçando curiosa, e acabei por encontrar uma lição sobre "o q pode ser o amor verdadeiro"... Carnal ou Ideal, Real ou Ilusão, o equilíbrio é a solução para acertarmos!
Já havia ouvido falar deste autor na época da escola (3o ano do colegial, inesquecivel teacher Cida!), mas nunca me aprofundei tanto em sua obra, como viajei nesta... até eu, tão pisciana, já estava começando a descrer da existência do tal "verdadeiro amor", pois atribuía às ultimas decepções, minhas e próximas a mim, a perda da fantasia, da ilusão, e a necessidade da realidade fria tal como ela é... e qual não foi minha surpresa ao ver que, no momento que eu me afastava da convicção da existência dele, do amor em sua plenitude total, o destino mexeu seus pauzinhos, e me colocou uma explicação que talvez nunca mais me deixe duvidar: me deu Gabriel Garcia Marquez durante 4 dias de folga em casa, em pleno carnaval, sozinha e compenetrada em mim mesma! Caprichoso esse destino... (sinto o dedinho do "Angel Anibal" nisso tudo. Meu anjo da guarda é realmente o melhor!)...
Na pesquisa científica, a autora Marli Savelli diz que "...que o destino de quem ama é passar por um período de sofrimento enquanto espera, mas não deixar-se vencer, é permanecer persistente no seu alvo, pois vale mais a pena correr o risco de se desgastar do que enferrujar, já que sem amor não existe sentido de existir. O pior destino na vida é a incapacidade de amar, e a pior prisão é não destinar à ninguém o amor que existe dentro de cada um de nós..." e eu penso que todas as palavras dela se resumem em uma unica maxima: "Não se é nada quando não se tem amor dentro de si, e se é menos ainda quando há amor, e não o compartilhamos com quem precisa, com quem amamos, com o próximo!" (Autor Desconhecido). Viver apaixonado pela vida, viver amando, viver para doar o que se tem de melhor é uma dádiva de Deus, e que não podemos ignorar nunca.
Depois de ler, assistir, pesquisar, cheguei a conclusão (não só emocional, mas científicamente falando) que, amar é, ainda que tudo pareça impossível, acreditar... que haja chance para compartilhar com outro ser o melhor e o pior que temos dentro de nós; que existe verdade em tudo o que falamos e ouvimos, que há amor em tudo o que recebemos, que há luz no que nos é oferecido... mesmo que tudo à volta nos leve a crer o contrário ... e aceitar o outro como ele realmente é, sem falsa demagogia, seja o amor ideal ou carnal, pois amar é acima de tudo, doar, e não esperar absolutamente nada em troca.
Decidi que não vou mais duvidar do amor... nem rotular o amor... vou viver o amor... e só....

**********************************************************
Frases do Filme

"...tudo parece dificil e impossivel agora, mas sei que devemos aprender a ser felizes sem amor, e apesar dele...nosso amor triunfará!"
"...meu coração é como o mar: infinito e eterno, mesmo sendo turbulento como as ondas revoltas."
"...ele não entende que fico aqui para faze-la voltar com a força da mente..."
"Amor? é tudo o q fazemos nus... amor espiritual da cintura pra cima, amor carnal da cintura pra baixo."
"...meu coração tem mais quartos que um bordel..."
"Eu te amo, minha Deusa Coroada. Depois de 53 anos, 7 meses e 11 dias, meu coração foi finalmente preenchido e e descobri, para minha alegria, que é a vida, e não a morte, que não tem limites."

"A idade não tem realidade fora do mundo físico... A essencia de um ser humano resiste à passagem do tempo. Nossa vida interior é eterna...e nosso espirito continuantão jovem e vigoroso como qdo estavamos na flor da idade. Pense no amor como um estado de graça. Não um meio para se chegar ao fim, mas o alfa e o omega. Um fim em si mesmo..." (Florentino Ariza)




Um comentário:

  1. 0 comentarios?
    Não merece este post!

    Parabens por este post. Por ter transcrito as melhores frases, pela musica que tanto nos tocou enquanto viamos o filme..
    A mim, o filme me pôs triste. Acho o filme mto triste, mas tem passagens mto bonitas!

    obrigad

    ResponderExcluir