domingo, 15 de fevereiro de 2009

Minha Inspiração (y mi musicaaaaa!)


À você ...

Sabe.. Pra voce que me lê não imagina o quanto você me faz bem! Nem o quanto você faz parte de tudo que eu escrevo...Pra você me desmancho em palavras, pra você me desdobro na liberdade das letras, pra você me derreto na alegria dos versos e.. Exatamente você me torntura deixando a alma nua e a dor exposta! E você diz que gosta! Gosta da rima, gosta da menina, gosta da amiga, gosta da poetisa?

Sim! Gosta da mulher, de se embebedar com meus versos, de viajar em meus olhos, de querer decifrar meu pensamento. Gosta de sentir meu sofrimento... Ah! você! Você..

Você que ousa pensar que me conhece por dentro..Você que me faz rainha, porque o maior prêmio de compor é ser lido!

Você que me faz imortal porque viaja em meus contos.. e não se machuca ao pisar nos delirantes escombros. É você que me faz chorar, aceitando a sina e amando-a como um presente." Nasci para escrever, vivo para compôr, sobrevivo para amar, e...contínuo porque voce existe: minha inspiração"

(Sylvia Senny)
*************************************
Ci>> Como a vida da gente da volta! E como a "presença" de alguém em nossos pensamentos, dentro de nós, passa a ser crucial para que voltemos a fazer coisas que não fazíamos há tanto tempo... voltei a dançar... amo a dança, a música, sempre amei, e como me faz bem te-los denovo em minha vida (that's your fault!)! E agora uma surpresa, voltei a compor! Ainda não os publico, estão guardados, mas já consigo escrever poemas, sonetos, textos que veem de dentro, e que saem da minha inspiração em vc, na lembrança do seu sorriso... letras que me deixam aberta ao novo, me fazem sentir livre, apesar de tudo, apesar de...
e eu nem sei como vc realmente é, só conheço sua essência, que me faz bem, me faz respirar, me faz sentir viva... você não está aqui, não é meu, e creio que nunca será, sequer tenho pretensões a seu respeito... mas como sou feliz só por saber que você existe! Porque sua existência faz parte do que sou hoje, acredite, é real! Voltei a viver graças a Você!
É, e eu que pensei que amores platônicos fossem só textos de Camões! errei denovo... que esta inspiração não acabe nunca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário