quinta-feira, 19 de março de 2009

(In) Decências


"Olha pra mim de forma doce, mas olha com muito desejo também. Chega devagar, mas também chega firme, me jogando na parede.
Me beija de leve, mas me beija com força também. Toca com tua língua de leve nos meus lábios, como se tateasse terreno desconhecido. Prende tuas mãos em minha cintura e me cola em teu corpo. Com as pontas dos dedos, acompanha toda a silhueta de meu corpo, me deixa arrepiar.
Beija meu rosto, escorrega para a minha orelha, sussurra algumas indecências. Toca de leve, com a ponta da língua, no lóbulo da minha orelha, treina uma mordida.
Volta aos teus discursos ao pé do ouvido, não precisam de muito sentido, só fala do teu desejo, do calor que estás sentindo. Volta a me beijar, hora de leve, hora com força.
Com teu joelho, abre minhas pernas de leve, lentamente, encaixa tua coxa entre as minhas. Me provoca uma dor aguda, é muito bom. Faz calor, de dentro pra fora, como em um vulcão no gelo desse quarto.
Uma hora pára, me olha lá no fundo dos olhos. Não precisa divagar sobre o amor, ou muito menos paixão, só me olha bem dentro dos olhos, e me diz quem realmente sou pra você, fala pelo olhar.
Sem o uso de palavras. Me deixa medir teu desejo pelos teus olhos e pelo teu toque, não precisa dizer o quanto, eu vou perceber. Olha pra mim, como se apreciasse uma paisagem natural que nunca vistes. Selva virgem, nua, nunca explorada. Rio caudaloso, doce e perigoso. Toma gosto, mergulha em mim.
Volta aos beijos, agora mais leves, como se bebesse um vinho caro. Escorrega tua mão por todo o meu corpo, como quem conhece uma cidade na palma da mão. Me diz que sou só tua. E que tu és todo meu.
Num calor infortúnio, solta os laços, botões e zíperes. Seja rápido, me desprende das roupas. Te soltas também. Ou solta botão por botão, como quem quer me assistir fritar. Corpos nus, palpitando juntos, suando juntos. Espasmos de prazer, de loucura. Bocas, saliva, fluidos corpóreos, no escuro...
Mais toque, agora depressa... Temos sede de prazer. O prazer vem em ondas sinuosas. Hora picos e gemidos. Hora vales e sussurros. Prendes-me entre a realidade e teu peito. Enquanto o ar se vai, docemente. Respiração difícil, ondas de dor, misturadas com prazer. Nem sei mais dizer o que sinto. Mas é bom, muito bom. Dentro de mim, estás dentro de mim. Dois que se tornaram um.
De um lado pro outro, de cima a baixo. Peço que vás mais profundo, como se ansiasse mergulhar sem oxigênio pra dentro do oceano. Não quero saber voltar. Só quero ir, sem volta. Mais bocas, saliva. Peço mais um pouco, mesmo cansados.
Como quem raspa a panela de brigadeiro, exijo tudo, até o final, consumo você por completo. Até a última gota de teus líquidos. Suspiro. Como em um arrepio, voltamos a ser dois. Exaustos. Te beijo lentamente, te pondo pra dormir. Mexes no meu cabelo, diz-me que não mais imaginas tua vida sem mim.
Me sorri um sorriso de promessa. Promete muito mais, e mais vezes, mais dias. Me promete que isso não vai mais acabar. Jura que é eterno. Eterno ao menos até amanhecer o dia, e sorrindo tomarmos um banho frio coladinhos, imaginando a desculpa que iremos dar pela escapada do dia anterior.
Adormece o sono profundo dos deuses."

Autoria: Drêycka
Blog: http://www.dreycka.blogspot.com/
*************************************
Ci>> São poucos os que conseguem descrever um momento como este com tanta paixão e serenidade, rebeldia e poesia contadas a partir de um único momento, ao mesmo tempo... Menos ainda são aqueles que conseguem dividir um momento como este com tal intensidade, e só com palavras, sem toque, e que fazem com que o outro consiga fechar os olhos e sentir exatamente as sensações ditas, descritas por boca e mãos trêmulas, já quase sem forças de continuar... só por palavras, só por gestos, sonhos, pensamentos...te faz viajar, sem sair do lugar, te faz sorrir sozinha... e brinda ao final, aos bons momentos que dividiram... Salud!



2 comentários:

  1. I Belong To You (Il Ritmo Della Passione)

    Eros - adesso no, non voglio più difendermi, supererò dentro di me gli ostacoli… i miei momenti più difficili, per te.
    Anastacia – there is no reason, there’s no rhyme: it’s crystal clear. i hear your voiceall the darkness disappears. every time i look into your eyes you make me love you
    Eros – questo inverno finirà
    Anastacia –i do truly love you
    Eros – fuori e dentro me
    Anastacia – how you make me love you
    Eros – con le sue difficoltà
    Anastacia –i do truly love you
    Insieme – i belong to you, you belong to me forever
    Anastacia – want you, baby i want youi thought that you should know that i believe. you’re the wind that’s underneath my wings, i belong to you, you belong to me.
    Eros – ho camminato su pensieri ripidi
    Anastacia – you are my fantasy
    Eros – per solitudini e deserti aridi
    Anastacia – you're my gentle breeze
    Eros – al ritmo della tua passione ora io vivrò
    Anastacia –i’ll never let you go
    Eros – l’amore attraverserò
    Anastacia – you’re the piece that makes me whole
    Eros – le onde dei suoi attimi
    Anastacia – i can feel you in my soul
    Eros – profondi come oceani
    Insieme - vincerò per te le paure che io sento
    Eros - quanto bruciano dentro le parole che non ho più detto, sai…
    Anastacia – want you, baby i want youi thought that you should know that i believe.
    Eros - lampi nel silenzio siamo noi
    Anastacia - i belong to you
    Insieme - you belong to me
    Anastacia - you’re the wind that’s underneath my wings, i belong to you, you belong to me.
    Eros - adesso io ti sento
    Anastacia – i will belong forever
    Insieme - to you.

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
    "Eu Pertenço A Você"

    Agora não, não quero mais me defender.
    Superei dentro de mim os obstáculos
    Os meus momentos mais difíceis
    Por você
    Não há razão
    Não há certo
    É um cristal claro
    Eu ouço sua voz
    E toda a escuridão desaparece
    Todas as vezes que olho dentro dos seus olhos
    Você me faz te amar
    Este inverno vai acabar
    E eu amo você de verdade
    Fora e dentro de mim
    Como você me fez te amar
    Com as suas dificuldades
    E eu amo você de verdade
    Eu pertenço a você, você pertence a mim.
    Para sempre
    Eu quero você
    Querido, eu quero você.
    E eu queria que você soubesse
    Que eu acredito:
    Você é o vento que está sob as minhas asas
    Eu pertenço a você, você pertence a mim.
    Caminhei por pensamentos íngremes
    Você é a minha fantasia
    Pela solidão e desertos áridos
    Você é a minha brisa suave
    No ritmo da sua paixão agora eu viverei
    E eu nunca vou deixar partir
    O amor atravessará
    Você é o pedaço que me completa
    As ondas dos seus momentos
    Eu posso sentir você na minha alma
    Profundos como oceanos
    Vencerei por você os medos que eu sinto, quanto queimam dentro as palavras que não tinha dito mais, sabe.
    Eu quero você, querido, eu quero você, e eu queria que você soubesse:
    Relâmpagos no silêncio: somos nós.
    Eu pertenço a você, você pertence a mim, você é o vento que está sob as minhas asas, eu pertenço a você, você pertence a mim.
    Agora eu sinto você
    Eu vou pertencer para sempre a você.

    ResponderExcluir
  2. Obrigaaaaaaada!!

    Volte sempre ao AT... www.dreycka.blogspot.com

    ResponderExcluir