terça-feira, 3 de março de 2009

RETALHOS...


Busco um poema perfeito
escrito com amor e desejo
nos retalhos de meus defeitos
qual pedaços de amores
desfeitos à luz dos meus espelhos
onde refletem a paixão!
Ontem vivia esse amor perfeito
cheio de sorrisos e anseios
caminhando por estradas de flores
canções de amor e cores
como pássaros a arrulharem minhas mãos!
Por um momento pensei (e vivi)
entre nossas almofadas e sedas
que eu pudesse tera certeza desse amor ...
e eu acreditei em ti!
Parti-me em fragmentos
onde os pedaços qual
luzes brilhavam e eu cria
que eram estrelas iluminando todas voltadas pra mim!
Vagando sozinha
em busca de meus sonhos perdidos
me descubro sobrevivendo
trilhando novos caminhos
mas escrevendo poemas de amor!
(Celina vasques)

**************************************
Ci>> um passo a frente, 4 passos atrás... e assim seguimos... acreditando em dias melhores, em noites menos egoístas, que teimam em nos roubar a paz e nos tirar o sono...

Um comentário:

  1. Se
    Djavan

    "Você disse que não sabe se não
    Mas também não tem certeza que sim
    Quer saber?
    Quando é assim
    Deixa vir do coração
    Você sabe que eu só penso em você
    Você diz só que vive pensando em mim
    Pode ser
    Se é assim
    Você tem que largar a mão do não
    Soltar essa louca, arder de paixão
    Não há como doer pra decidir
    Só dizer sim ou não
    Mas você adora um se...

    Eu levo a sério mas você disfarça
    Você me diz é nessa e é nessa que eu vou
    E me remete ao frio que vem lá do sul
    Insiste em zero a zero e eu quero um a um
    Sei lá o que te dá, não quer meu calor
    São Jorge por favor me empresta o dragão
    Mais fácil aprender japonês em braile
    Do que você decidir se dá ou não. "

    ResponderExcluir