sexta-feira, 24 de abril de 2009

O que interessa...

As ocorrências da vida se destacam em dias de determinadas, na senda de todos:
As tribulações em família; os obstáculos no trabalho;
as enfermidades de longo curso; os desgostos domésticos;
o momento de erro; os tempos de crise;
os empeços profissionais; as incompreensões de pessoas queridas;
os dias de reconforto; as horas de êxito nas realizações laboriosamente esperadas;
os sofrimentos ocultos; os parentes difíceis; as aversões gratuitas;
os companheiros-problemas; os prejuízos de conseqüências graves;
os negócios infelizes; as épocas de solidão;
e as sombras da tempestade, quando a tempestade nos domina o ambiente...
De tudo isso, a Divina Providência toma o conhecimento preciso, através dos mensageiros que a representam, junto de nós, mas, em verdade, aquilo que ao plano Superior interessa saber é o nosso tipo de reação, diante disso ou daquilo que nos sucede.
(pelo Espírito André Luiz - Do livro: Endereços da Paz, Médium: Francisco Cândido Xavier.)

****************************************************
Ci>> Por mais difícil que seja não xingar um palavrão bem feio e sonoro quando batemos o dedinho no pé do sofá em um dia frio, e descalço... não é impossível!!! se vc se habituar a fechar os olhos e contar até 3, se acalmar e deixar que a dor passe em alguns minutos... porquê não usar a mesma técnica com as outras adversidades da vida? Não, não, não sou perfeita e não estou ainda habituada a fazer isso... mas é uma atitude que precisamos ter, a de treinar todos os dias sermos um pouco menos agressivos, e um pouco mais pacientes com o universo... nada de alergia a ele (viu Luiz!!! humpf! rs...)
"Se o problema é tão grande que não podemos resolver agora, não vamos pensar nele... se o problema não é tão grande assim, prá quê pensar nele???"
Um beijo grande, bom final de semana a todos! Ci

Nenhum comentário:

Postar um comentário