segunda-feira, 18 de maio de 2009

Flor atrai flor, pedra atrai pedra!

Somente uma pessoa amorosa – alguém que já esteja amando – pode encontrar o(a) companheiro(a) certo.
Esta é a minha observação: se você é infeliz, encontrará alguém que também é infeliz. Pessoas infelizes são atraídas por pessoas infelizes. E isso é bom, é natural. É bom que as pessoas infelizes não se atraiam por pessoas felizes; caso contrário iriam destruir sua felicidade. É perfeitamente certo.
Somente pessoas felizes se atraem por pessoas felizes.
O igual atrai o igual. Pessoas inteligentes são atraídas por pessoas inteligentes; pessoas estúpidas são atraídas por pessoas estúpidas.
Você conhece pessoas do mesmo plano. Então, a primeira coisa a lembrar é: um relacionamento está destinado a ser amargo quando nasce da infelicidade. Seja primeiro feliz, alegre, celebrante, e então você encontrará uma outra alma celebrante, e aí será um encontro de duas almas dançantes e uma grande dança nascerá dali.
Não peça por um relacionamento a partir da solidão, não. Dessa forma você estará se movendo na direção errada. Desse jeito o outro será utilizado como um meio e o outro utilizará você como um meio. E ninguém quer ser usado como um meio! Cada indivíduo é um fim em si mesmo. É imoral utilizar qualquer pessoa como um meio. Primeiro aprenda a ser sozinho. A meditação é um meio de ficar sozinho. Se você consegue ser feliz enquanto está sozinho, você aprendeu o segredo de ser feliz. Agora você pode ser feliz com alguém. Se você é feliz, então tem algo a compartilhar, a dar. E quando você dá, você ganha; e não o contrário. Então, nasce um desejo de amar alguém.
Ordinariamente, a necessidade é a de ser amado por alguém. É uma necessidade errada. É uma necessidade infantil; você não é maduro. É uma atitude de criança.
Uma criança nasce. É claro, a criança não pode amar a mãe; ela não sabe ainda o que é o amor e ela não sabe quem é a mãe e quem é o pai. Ela é totalmente impotente. O seu ser ainda precisa ser integrado. Ela não é um inteiro; não está junta ainda. Ela é somente uma possibilidade. A mãe precisa amar, o pai precisa amar, a família precisa regar a criança com amor. Dessa forma ela aprende uma coisa: todo mundo tem que amá-la. Ela nunca aprende que ela tem que amar. Então a criança irá crescer, e se ela permanecer presa a essa atitude de que todo mundo tem que amá-la, ela irá sofrer por toda a vida. O seu corpo terá crescido, mas a sua mente terá permanecido imatura.
Uma pessoa amadurecida é aquela que conhece a outra necessidade: a de que agora eu tenho que amar alguém.
A necessidade de ser amado é infantil, imatura. A necessidade de amar é madura.
E quando você está pronto para amar alguém, um belo relacionamento irá crescer daí, de outra maneira, não.
“É possível que duas pessoas em um relacionamento sejam más uma com a outra?” Sim, isso é o que está acontecendo no mundo todo. Ser bom é muito difícil. Você não é bom nem consigo mesmo. Como você pode ser bom para outra pessoa?
Você sequer ama a si mesmo! Como poderá amar alguém? Ame a si mesmo, seja bom para consigo.
Os seus chamados santos religiosos têm ensinado que nunca se deve amar a si, nunca ser bom para si mesmo. Seja duro com você! Eles têm ensinado que você deve ser agradável com os outros e duro consigo. Isso é absurdo.
Eu ensino que a primeira e mais importante coisa a fazer é ser amoroso com você mesmo. Não seja duro; seja suave. Preocupe-se consigo. Aprenda a se perdoar – mais e mais e mais uma vez – sete vezes, setenta e sete vezes, setecentas e setenta e sete vezes. Aprenda como se perdoar. Não seja duro; não seja hostil em relação a si mesmo. E então você irá florescer. Nesse florescimento você irá atrair uma outra flor. Isso é natural. Pedras atraem pedras; flores atraem flores. Então haverá um relacionamento em que há graça, há beleza, em que há uma benção. Se você conseguir encontrar um relacionamento assim, o seu relacionamento crescerá em uma prece; o seu amor se tornará um êxtase e pelo amor você saberá o que é o divino.
(OSHO - Postado por Fernando Carrara em seu blog hoje, às 10:49 )
**********************************************************
Ci>> Fernando Carrara, sou sua fã, mais que nunca!!!!
Só é verdadeiramente amado quem sabe amar e acredita que amar é mais do doar do que receber (eu canso de falar, ninguém acredita)... se vc acha que é a vítima e que ninguém te ama, ou que não é correspondido (tadinho, né?!), para e pensa: o problema definitivamente pode estar contigo. Vc sabe o que é AMAR de verdade? Demonstra o amor ou só diz "eu te amo" por correspondencia? é feliz por voce mesmo, ou so é feliz se o outro te faz feliz? Reclama que não é correspondido, mas enquanto teve chance fez algo para demonstrar que amava, ou só "plantou milhões de vasos sem nenhuma flor?" E se quem voce ama não te quer, não te ama, por que desperdiçar AMOR verdadeiro, entregando uma flor a quem não pode sentir seu cheiro? A quem não tem nenhum tipo de sensibilidade capaz de sentir a textura desta flor? Mais um vaso em cima da mesa, é nisso que se torna o amor da gente em mãos erradas.... outro troféu para a estante! Jogos de interesse, sem nenhum valor sentimental, só para exibir o sucesso para os amigos e poder dizer: "peguei mais uma!"
AMOR é pleno e raro, é sublime como um doce aroma no ar. É algo a ser sentido, não tocado. Se você materializa o amor para acreditar que ele existe, com todo respeito, você não sente Amor: sente posse, ganância, desejo de ter. Não tocamos o amor, respiramos o que ele traz de bom. De coisas materiais, já basta o vazio do dia-a-dia, os objetos pelos quais criamos relações intensas de posse e dependência.
Odeio admitir, mas não vejo mais nas pessoas o sentimento de AMOR como via antes. Hoje vejo naqueles em quem eu acreditei ver O AMOR VERDADEIRO um dia, um profundo desejo de ter, como se compra uma planta para enfeitar o canto da sala, tão material quanto um objeto a venda!
Se não deseja amar, não engane, não machuque, não atraia, não busque! Mas se está pronto para amar, conquiste, demonstre, doe!
... to me sentindo um ponto de interrogação ambulante nos ultimos dias! E podem acreditar, dei um salto de anos luz por isso! Quem não questiona, não busca a resposta: se conforma com a explicação! até!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário