terça-feira, 2 de junho de 2009

Paixão NÃO é Amor...

(...)
Muitas vezes, quando sentimos algo muito forte por alguém não sabemos definir o que é, mas podemos ter certeza que paixão não é amor.
Uma paixão pode se transformar num amor, mas também pode ser tão forte e destrutiva como uma obsessão, algo que segura, prende e não permite um crescimento. Não são poucos os encontros que vem carregados de energia negativa. Uma distorção do amor. E não são poucas as mulheres que querem de qualquer forma manter uma relação mesmo sendo pisoteadas por seus companheiros porque acreditam que isso é amor. Estão apegadas, sofridas e não sabem mais que o amor pode vibrar de forma leve, boa, tranqüila. Por que não?
Para aquelas pessoas que estão confusas em relação a ficar ou não com seus parceiros, ensino entregar a Deus a situação.
Meditação: Sente-se de forma confortável e imagine que você está numa sala de cura do plano espiritual. Você recebe uma energia limpa e boa. Aparece um anjo à sua frente e você não precisa falar nada desta sua relação, apenas entregue esta pessoa para a cura espiritual. Você fica sozinha recebendo amor, boas vibrações e se sentindo curada, leve, pois se for para vocês ficarem juntos tudo acontecerá neste sentido... se não for para o seu bem, você abre mão...
(por Maria Silvia Orlovas - do site STUM)

******************************************************
Ci>> a Paixão é definitivamente o sentimento que mais mexe com o corpo do ser humano, com sua fisiologia própriamente dita, mais do que qualquer outro sentimento. É algo inexplicável que mistura ansiedade com doses cavalares de adrenalina, e põe aí umas gotas de insanidade e desejo louco... tudo fica uma bagunça, a gente não dorme, e quando dorme sonha... não pensa em outra coisa, consegue ouvir a voz do outro como se estivesse ao telefone com ele (a) nos momentos mais estranhos (tipo o banho por exemplo), e parece que tudo o que você presencia durante o dia tem relação com o que você está sentindo. Isso é energia canalizada naquele (a) por quem nos apaixonamos. Aí, se nos decepcionamos, essa intensidade de sentimentos se transforma em angustia, tristeza, febre, um sentimento ruim de perda, um gosto amargo de derrota... Mas se somos correspondidos, o sentimento se transforma em Amor, a energia vai se dispersando e se espalhando pelo corpo, menos adrenalina e mais endorfina, tudo passa a ter um sentido lógico e o desejo vira um 'up' no relacionamento a dois. A Amizade caminha em paralelo com este novo sentimento e a Paixão louca, esta vai aos poucos tendo seu lugar e seus momentos de vida... outros de sono... fica adormecida, até quando é chamada devolta a ativa (agora conscientemente). Isto eu chamo de um relacionamento Sério e Estável, daqueles para sempre': Ajuda no crescimento do ser humano, pois passa por todas as fases da vida. Se não for este tipo de relacionamento, não é sério, e a duração dele é equivalente ao tempo que durar a adrenalina...!

Um comentário:

  1. A Paixão se transforma em amor quando o sentimento fraternal se torna mais forte do o sentimento carnal.

    Vc se torna um SemiDeus para defender a sua amada na paixão ainda o prazer fala mais alto q a dor q ainda te assusta diferente do amor que com a dor aprendemos a ter sabedoria para superar e continuar com a bela amada

    Como sempre seus textos falam claramente o q vem passando em minha vida hj mais uma vez senti um sentimento maoir q o desejo carnal pela pessoa q eu amo e quero apenas estar mesmo se for em espirito ao lado dela para lhe dar a força q ela precisa, pelo momento q ela vem passando que é muito incomodo.

    Paixão e Amor ... amor é o arroz e feijão da vida mas a paixão é o tempero é o q da sabor master as coisas não só no relacionamento mas em tudo q vc faz

    Estou apaxonado estou amando hj e como me faz bem

    bjoss

    Cintia

    Ass. PAULO (LOBITO)

    ResponderExcluir