terça-feira, 2 de junho de 2009

Uma mensagem recebida de um novo amigo...

"Amiga-Minha, com beleza e talento alem fronteira, solicita caso eu tenha, texto sobre o ou um amor impossível.
Pensei...pensei...pensei e desisti, é difícil, não sou capaz pois não acredito. Creio na incapacidade de usufruir o amor, o que é completamente diferente.

No primeiro caso ele já existe, então não acontece a possibilidade de não poder ser. Já no segundo; o de levar adiante este sentimento, é que começa a complicar. E ele não tem nada com isso.

Amor não é Paixão, que precisa ser alimentada, regada, e mesmo assim as vezes míngua, por excesso ou escassez. Ele esta ali presente, não importa o que aconteça.
O que existe é a dificuldade de exprimirmos esse sentimento e desfruta-lo,seja por regras sociais ridículas, por covardia ou por temor em perder regalias."

"Esse tal assunto de Amor"

o amor no sossego
cuida do que há no peito
não foge
não rasga
não queima
coisa de quem se demora
nas urgências da vida.
O amor nunca vai embora.
Embala
Contenta
Retifica
O amor pratica mudo
O que dentro da alma grita.
(Flávia Muniz)

"PEDAÇOS"
Há momentos em que nada se sustenta
tudo se desfaz , escorrega, despenca.
Se tento amarrar , agarrar,
impedir este eterno partir
enlouqueço... ou vislumbro a leveza simples dos sentidos
quando tudo parece partido.
E aí, ressurge um não alguém
etéreo, mas com perfume forte
embriagado de vida;
de pôr de sol em folhas de amendoeira,
de luz que invade frestas de janela,
de brisa soprando de fora pra dentro.
E esse não alguém põe na língua
o sal de um momento
tudo é um experimento.
E, silêncio... ouço um sorriso.
(Cristina Cascardo)

O que sei é que quando o Amor lhe parecer impossível. AME.
(CãRiùá-TaTaRaNa)
******************************************************
Ci>> Obrigada pela mensagem, sei que ela teve um propósito, e seja qual for ele, eu a recebi e entendi, perfeitamente. Nada é por acaso, td tem sua mensagem e o seu porquê e vem sempre que pedimos uma resposta aos que nos podem responder, aos que têm este poder. "Eles" usam canais de sabedoria como você para nos transmitir a resposta solicitada. Cabe a nós entender os sinais. Parabéns pelas poesias, e pelos textos. Um abraço!

Encontrei hoje na Internet um texto interessante que foi escrito baseado na mensagem acima. Como achei muito pertinente, estou compartilhando com os leitores deste blog (transcrito com os devidos créditos) para complementar meus comentários de hoje. Grande beijo, e obrigada pelo 'ibope'!!!

"(...) 'Amores são sempre possíveis', já dizia Moska.
Quero escrever hoje o que eu aprendi sobre o isso. Tô inspirada. Coisas da vida.
AMOR.
É um sentimento incompatível com o egoísmo. É a vontade de construir junto, de viver todos os momentos bons que ele possa ofecerecer. É o respeito, a responsabilidade, a parceria, o cuidado, o querer... e quando ele existe não há porque ter dor.
'Amor impossível' não é amor... é apego. Amor vem a dois. Eu amo. Você ama. Ponto. E juntos viveremos felizes para sempre, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença... compartilhando. Chamar a impossibilidade disso de 'amor' é menosprezar a importância que ele tem. É se apegar ao que poderia ter sido caso as circunstâncias não fossem tão desfavoráveis. É ser fraco o bastante pra não conseguir viver com intensidade tudo de bom que um amor real pode trazer.
Fico me perguntando como algumas pessoas podem banalizar tanto o " Eu te amo"... o " Eu te amo MUITO". São frases que pra serem ditas requerem uma certeza absurda do que se sente, do que se quer. Senão é leviano. É irresponsável. É brincar com o sentimento alheio. É mentir.
Eu amei. Muito. E acreditei que fosse pra uma vida inteira. Acreditei no que ouvi, no que senti... acreditei na possibilidade do "nós"... o que, de repente, muito de repente (de repente MESMO!) não existe mais.
Eu fui capaz de amar alguém com todas as suas qualidades e os seus defeitos, da forma mais plena possível. Mas esse AMOR é MEU. E tomar conhecimento disso me fez ver que valeu a pena.
Vale a pena amar. Não pelo outro... por mim. Porque eu me amo também. Porque eu soube usufruir tudo de bom que esse sentimento me trouxe. Porque eu amo poder amar... e se isso está em mim, posso acreditar que existe por aí alguém que mereça muito receber o que tenho pra dar.
Não tenho pressa.
Sigo o meu caminho... com amor.
E fim.
_______________________________________________
(Postado por *R. às 01:08 de 22-05-2009 - blog 'http://rcfilesoflife.blogspot.com/')"

Nenhum comentário:

Postar um comentário