domingo, 2 de agosto de 2009

Ninguém é dono da sua felicidade

Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue sua alegria, sua paz e sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém.
Somos livres, não pertencemos à ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja. Se você anda repetindo muito "Eu preciso tanto de você" ou "Você é a razão da minha vida", Cuide-se.
Remova essas palavras e principalmente a ação dessas palavras da sua vida, pois fazem muito mal ao seu eu interior.A sua paz interior é a sua meta de vida. Quando você sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remeta seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você.
Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você. Não coloque objetivos longe demais de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje.
Se você anda desesperado por problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque em seu interior a resposta para acalmar-se, pois você é reflexo do que pensa diariamente.
Pare de pensar mal de você mesmo, pare de se condenar. Perdoe-se! Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso para aprovar o mundo que te quer oferecer o melhor. Com um sorriso no rosto as pessoas terão as melhores impressões de você, e você estará afirmando para você mesmo, que está pronto para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor. Pare de esperar a felicidade sem esforços. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda. E não se esqueça nunca de agradecer. Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento, inclusive a dor.
Por fim, acredite que não estamos sozinhos um instante sequer. Sempre haverá uma pessoa pensando em você...

(Publicado amiga oculta at Domingo, Agosto 02, 2009 )

***************************************************
Ci>> É bem cômodo achar que a felicidade própria está nas mãos do outro, na vida do outro, na compreensão ou reciprocidade do outro. Consequentemente, a responsabilidade É DO OUTRO... então somos responsaveis por quem? pela felicidade de quem coloca sua felicidade em nossas mãos também? Não assumir as próprias responsabilidades pela sua felicidade, ou pela falta dela é, no mínimo, um grave ato de covardia consigo mesmo e com o próximo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário