quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Nada é por acaso

É bem comum nos irritarmos quando as coisas dão errado, principalmente quando colocamos muita expectativa. Parece que basta sonhar com um evento, fantasiar as coisas boas que poderão acontecer para dar alguma coisa errada e termos que lidar de novo com a frustração. Queremos controlar a vida, ter respostas rápidas para os fatos que nos cercam, numa necessidade constante de mantermos a segurança. Às vezes essa é uma tendência tão forte nas pessoas que basta um imprevisto para tirar alguém do sério. Mas será que deveríamos nos deixar ser assim tão irritáveis?Por que temer ou se contrariar tanto com as coisas erradas? Com as surpresas?Um dos aprendizados fundamentais no caminho da ascensão espiritual que também significa elevação é não se deixar levar pelas emoções. É aprender lidar com contrariedades e tentar sempre que possível se colocar na posição do outro. E tenho certeza que agir assim poupa muitos desgastes e, para tanto, não é necessário ser um santo, basta apenas respirar fundo e deixar o impulso momentâneo de revolta passar.
[...] nada acontece por acaso, que muitas vezes a vida, Deus, o destino, ou o nome que você quiser usar para se referir à sintonia divina da vida de cada um, oferece um atropelo, uma perda justamente para que repensemos nossos caminhos, nossas atitudes. E, afinal, por que querer dominar tudo? Os mestres ensinam que é maravilhoso quando podemos ser conduzidos por alguém... Assim, apreciamos a paisagem e aprendemos a receber as coisas boas.
Ficar o tempo todo controlando, construindo respostas positivas para nossas ações pode ser um exercício exaustivo. E a vida pode ser infinitamente mais leve se soubermos aproveitar o fluxo. Quando é hora de trabalhar, ok, vamos lá. Quando é hora de conviver com as pessoas, ok, vamos desenvolver a paciência, a troca, aprender a se colocar no lugar do outro, rir das situações. Por que não?
E quando algo muito importante der errado, depois do susto, da raiva, ou da tristeza, vamos em frente pois com certeza logo mais compreenderemos o porquê de algo assim acontecer conosco.
********************************************
Ci>> Assim é... nem tudo é como esperamos que aconteça, tão pouco no tempo que precisamos ou queremos, mas no tempo que Deus achar que somos merecedores de ter/receber... Assim será em tudo o que vivermos, e para se adequar a isso cabe a nós manter a fé, a perseverança e tentar, ainda que muito difícil, sair do estado de depressão e tristeza que nos encontramos e lutar com as forças que tivermos, nem mais, nem menos... Que a vida nos traga a colheita dos frutos que plantamos sempre... afinal dizem que a semeadura é facultativa, mas a colheita obrigatória não é? Apostemos, pois... rs

Nenhum comentário:

Postar um comentário