segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Voce teria coragem de amar?

Você teria coragem de amar? Pense nisso. O amor é paciência e desculpa tudo. Quanta capacidade tem você para suportar o outro e desculpá-lo por suas fraquezas e fragilidades? Porque amar aos demais, é desculpá-los e compreendê-los em seus erros. Você tem coragem de amar assim hoje?
Você teria coragem de amar? O amor não é invejoso. Em vez disso, aproveita e comemora tudo de bom que ele encontra nos outros. Você estaria disposto hoje, a dar entrada em seu coração, às coisas boas que você descobre em outros? Você tem coragem de amar como está hoje?
Você tem coragem de amar? O amor não envaidece. Aquele que não ama um pensamento, sente-se auto-suficiente. Pelo contrário, quem ama é humilde, simples e digno. O Vidro incolor é claro. Sinta-se hoje para ser transparente com todos, começando por ser claro com você mesmo! Você tem coragem de amar como esta hoje?
Você tem coragem de amar? Pense nisso. O amor é bondoso. O amor é sempre a serviço aos outros. Quem não pode servir, ainda não aprendeu a amar. Quem é incapaz de servir, não é capaz de amar. Qual é o seu espírito de serviço para hoje? Que reservas de serviço tem você ainda? Você tem coragem de amar como esta hoje?
Você tem coragem de amar? O amor não busca seus próprios interesses. O amor não pretende fazer investimentos nos corações dos outros.
Publicado por Helen DO BLOG "Simplemente Yo"
**************************************************
Ci>>AMOR... Há algum tempo não falo de amor... talvez pq acho que não esteja pronta para falar de amor novamente... Mas concordo com o texto da Helen... para amar de verdade é necessário muita coragem, é necessário saber doar muito mais que receber, abrir mão para ver o outro feliz, saber a hora de falar e a hora de calar. Eu realmente acredito no amor desta forma, desinteressado, sem maiores expectativas, apenas amor... como não conheço o amor, não sei se é verdade aquilo que eu acredito, mas ter fé em algo é acreditar sem ver, então eu tenho fé no amor verdadeiro. Talvez só ame assim os seres azuis, seres de Luz, designados ao amor aqui neste planeta... talvez isso não seja para mortais como nós...talvez o que eu sinta se assemelhe ao amor verdadeiro, mas só saberei daqui um longo tempo, quando puder por em prática a teoria guardada aqui dentro... Hoje estou cheia de "talvez"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário