terça-feira, 8 de dezembro de 2009

O Amor Por Entre o Verde

“... E se prosseguirem se amando, pergunto-me em vão, será que um dia se casarão e serão felizes? Quando, satisfeita a sua jovem sexualidade, se olharem nos olhos, será que correrão um para o outro e se darão um grande abraço de ternura? Ou será que se desviarão o olhar, para pensar cada um consigo mesmo que ele não era exatamente aquilo que ela pensava e ela era menos bonita ou inteligente do que ele a tinha imaginado?
É um tal milagre encontrar, nesse infinito labirinto de desenganos amorosos, o ser verdadeiramente amado... Perco-me, por um momento, na observação triste, mas fria, desse estranho baile de desencontros, em que freqüentemente aquela que devia ser daquele acaba por bailar com outro porque o esperado nunca chega; e este, no entanto, passou por ela sem que ela o soubesse, suas mãos sem querer se tocaram, eles olharam-se nos olhos por um instante e não se reconheceram...”
(Vinicius de Moraes - O Amor Por entre o Verde)
***************************************
Ci>> uma overdose de Vinícius de Moraes!!! Que deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, como é bom ler e engolir Vinicius! Como é bom sentir Vinicius! dá uma sensação de tudo certo, de tudo vai dar certo, de tudo está certo! Vinicius deveria ser um verbo: "eu Vinicius o amor!"; um substantivo: "eu estou Vinicius hoje!"... não canso de ler, de ver, de ouvir, de Viniciar!!!

Um comentário:

  1. "Perco-me, por um momento, na observação triste, mas fria, desse estranho baile de desencontros, em que freqüentemente aquela que devia ser daquele acaba por bailar com outro porque o esperado nunca chega; e este, no entanto, passou por ela sem que ela o soubesse, suas mãos sem querer se tocaram, eles olharam-se nos olhos por um instante e não se reconheceram...”

    Por muitas vezes deixamos sem querer pessoas mavilhosas apenas passarem por nossas vidas, deixamos elas irem embora, em algumas vezes carimbamos uma magoa, por puro egoismo e ego ferido. Amar é muito mais que dizer "eu te amo" e sufocar o amor e condena-lo a viver para sempre ao seu lado a qq custo, o amor é incondicional,não tem distancia, não se mede tamanho e não tem reposição.....
    Na vida nos apaixonamos muitas vezes, a cada etapa uma paixão nova avassaladora, mas apenas algumas viram amor, amor temos poucos, amor damos, sem pedir em troca, o amor não deixa odio, não guarda magoa, não briga, não odeia, não gosta de magoar, apenas ama......

    Quem já amou um dia, sempre vai amar.....

    ResponderExcluir