quinta-feira, 29 de julho de 2010

Mensagem do dia: A LEI DO RETORNO

Já faz milhares de anos que grandes mestres espirituais falam sobre uma lei
do retorno, que explica que tudo o que fazemos, seja positivo ou negativo
volta para nós. Pode demorar um dia, um ano ou mil anos, mas este é um
fenômeno físico.
Se você produz uma causa, ela se transformará em efeito.
A cada pequeno momento de nossa vida, estamos tanto plantando quanto
colhendo resultados de sementes plantadas por nós mesmos.
Podem ser sementes grandiosas como um casamento ou um rumo profissional a
seguir, mas também podem ser aquelas formadas pelas pequenas escolhas do dia
a dia, aparentemente imperceptíveis mas que surgem a cada palavra ou ação
produzidos por nós

(Autor Desconhecido, recebido da Carol)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Você tem experiência???

REDAÇÃO

Num processo de seleção da Volkswagen, os candidatos deveriam responder a
seguinte pergunta: Você tem experiência?
A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos. Ele foi aprovado e
seu texto está fazendo sucesso, e ele com certeza será sempre lembrado por
sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo por sua alma.

REDAÇÃO VENCEDORA

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei
brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já
conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo. Já quis ser
astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista. Já me escondi atrás da
cortina e esqueci os pés pra fora.. Já passei trote por telefone. Já tomei
banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei beijo. Já confundi
sentimentos. Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido. Já
raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a barba
apressado, já chorei ouvindo música no ônibus. Já tentei esquecer algumas
pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de esquecer. Já subi
escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar
fruta, já caí da escada de bunda. Já fiz juras eternas, já escrevi no muro
da escola, já chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra
sempre, e voltei no outro instante. Já corri pra não deixar alguém chorando,
já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem
vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já
olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar. Já senti medo
do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci
novamente pra ver o sorriso de alguém especial. Já acordei no meio da noite
e fiquei com medo de levantar. Já apostei em correr descalço na rua, já
gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e
achei que era para sempre, mas sempre era um 'para sempre' pela metade. Já
deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos
partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir
sem razão. Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da
emoção, guardados num baú, chamado coração.
E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:
'Qual sua experiência?' .
Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência. Será que ser 'plantador de
sorrisos' é uma boa experiência? Não! Talvez eles não saibam ainda colher
sonhos!
Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta
pergunta:

'Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?'

sábado, 24 de julho de 2010

APRENDENDO NAS QUEDAS!

Por que será que nos lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e
erramos? O mundo não acaba quando nos enganamos; Ele muda, talvez, de
direção. Mas precisamos tirar partido dos nossos erros. Por que tudo teria
que ser correto, coerente, sem falhas? As quedas fazem parte da vida e do
nosso aprendizado. Que dói, dói. Ah! Isso não posso negar! Dói no orgulho,
principalmente. E quanto mais gente envolvida, mais nosso orgulho dói.
Portanto, o humilhante não é cair, mas permanecer no chão enquanto a vida
continua seu curso. O problema é que julgamos o mundo segundo nossa própria
maneira de olhar e nos esquecemos que existem milhões e milhões de olhares
diferentes do nosso. Mas não está obrigatoriamente errado quem pensa
diferente da gente só porque pensa diferente. E nem obrigatoriamente certo.
Todo mundo é livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e
sobre o mundo. Às vezes acertamos, outras erramos. E somos normais assim.
Então, numa discussão, numa briga, Pare um segundo e pense: "e se eu estiver
errado?" É uma possibilidade na qual raramente queremos pensar. Nosso "eu"
nos cega muitas vezes. Nosso ciúme, nosso orgulho e até, Por que não, nosso
amor. Não vemos o lado do outro e nem queremos ver. E somos assim, Muitas
vezes injusto tanto com o outro quanto com a gente mesmo, já que nos
recusamos a oportunidade de aprender alguma coisa com alguém. E é por que
tanta gente se mantém nessa posição que existem desavenças, guerras,
separações. Ninguém cede e as pessoas acabam ficando sozinhas. E de que
adianta ter sempre razão, Saber de tudo, Se no fim o que nos resta é a
solidão? Vida é partilha. E não há partilha sem humildade, sem generosidade,
sem amor no coração. Se fecharmos nossa alma e nosso coração, nada vai
entrar. E será que conseguiremos nos bastar a nós mesmos? Eu duvido. Não
andamos em cordas bambas o tempo todo, mas às vezes é o único meio de
atravessar Nunca duvide do seu poder de sobrevivência! Se você duvida, cai.
Aprenda com o apóstolo Pedro que, enquanto acreditou, andou sobre o mar, mas
começou a afundar Quando sentiu medo. Deus não prometeu Dias sem Dor; Risos
sem Sofrimentos; Sol sem Chuva. Ele prometeu Força para o Dia; Conforto para
as Lágrimas e Luz para o Caminho."

Mensagem do Dia

 

Fácil é ouvir a música que toca. Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas. Fácil é ditar regras. Difícil é seguí-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

 

Drummond de Andrade

 

"This message and its attachments may contain confidential and/or privileged information. If you are not the addressee, please, advise the sender immediately by replying to the e-mail and delete this message."  "Este mensaje y sus anexos pueden contener información confidencial o privilegiada. Si ha recibido este e-mail por error por favor bórrelo y envíe un mensaje al remitente."  "Esta mensagem e seus anexos podem conter informação confidencial ou privilegiada. Caso não seja o destinatário, solicitamos a imediata notificação ao remetente e exclusão da mensagem."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

A Importancia de deixar ir

Cultivar o desapego é uma das necessidades principais para se dar "o próximo" passo. Existem momentos da vida em que somos desafiados a perder cascas, a compreender a importância de caminhar, deixando paisagens para trás.

Ainda que isso doa, uma vez que nosso ego se estrutura a partir de apegos e identificações, é a compreensão meditativa de que tudo passa que lhe permitirá seguir caminhando e, enfim, abrir-se ao novo que belamente se introduz em sua vida, pouco a pouco, passo a passo, até que você apareça com a alma totalmente renovada.

Procure se interiorizar neste momento, evitando grandes atividades sociais. Faça este contato com o núcleo da sua alma e você entenderá quais são as coisas que precisam ser deixadas para trás.

Viver é perder cascas continuamente!


Bom final de semana a todos! Bjs, 
Ci