segunda-feira, 30 de agosto de 2010

O Segredo da Vida Boa

MANÁ DA SEGUNDA - 30 de agosto de 2010
Por Rick Warren

Alguns anos atrás a Comunidade de Mission Viejo, na Califórnia, lançou uma
campanha publicitária para atrair compradores para seus imóveis. A campanha
usava frases como "Missão Viejo: a Califórnia Prometida", e "Lugar para se
viver a vida boa". Penso que todas as culturas se referem a "vida boa" de
uma maneira ou outra. Em italiano, é "la dolce vita" - literalmente, "a doce
vida". Não queremos todos nós a vida boa? Embora seja uma frase batida
imagino quantos se deram ao trabalho de definir o que a "boa vida" realmente
é ou o que deveria ser.

Boa aparência. Alguns confundem "vida boa" com "boa aparência". Estão
preocupados com o exterior como se fosse o que realmente interessa na vida.
A cultura americana idolatra a beleza e valoriza o atraente. A propaganda
tira proveito disso sabendo que a promessa de "boa aparência" leva homens e
mulheres a gastar bilhões em produtos de beleza, clínicas de bronzeamento,
cirurgias plásticas, lipoaspiração, a última moda em vestuário e coordenação
de cores.

Sentir-se bem. Para outros "vida boa" significa "sentir-se bem". Seu
objetivo é minimizar o sofrimento e maximizar o prazer, usando quaisquer
meios: banhos de imersão, parques de diversão, drogas, experiências de
realidade virtual, viagens pelo mundo, filmes e apresentações musicais. O
fornecimento de prazer e entretenimento tem crescido e se tornado uma das
grandes áreas de atividade econômica em alguns países. Um lema dos anos 60,
"se faz você se sentir bem, faça", transformou-se em filosofia pessoal de
muita gente.

Possuir bens. Existem outros que associam "vida boa" a "posse de bens". Sua
maior ambição é reunir todas as coisas boas, ou pelo menos, o maior número
possível. Ganham o máximo de dinheiro que conseguem, para gastá-lo o mais
rapidamente possível. Há os que acreditam que, qual mercadoria, "vida boa" é
algo que pode ser comprado.

Nada disso satisfaz completamente! Não importa o que se faça, é impossível
impedir o processo de envelhecimento. O prazer é um subproduto de vida boa e
não o seu objetivo. As maiores coisas na vida, na verdade, não são coisas.

Sendo assim, o que realmente é a "vida boa"? Realização pessoal, alegria de
ser bom e fazer o bem. É o resultado de descobrir e tornar-se exatamente o
que Deus nos criou para ser. Nada além disso poderá preencher o vazio da
alma. A Bíblia diz: "Porque somos feitura Sua, criados para as boas obras,
as quais Deus preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2.10). Ao usar
sua vida para ajudar outros - fazer o bem - conhecer e confiar em Deus, você
se sente bem consigo mesmo. Isto é vida boa! Não permita que ninguém o
engane levando-o a pensar que é outra coisa.

Próxima semana tem mais!

Um comentário:

  1. Olá,

    passo para dizer-te que não saberia viver sem os meus amigos.
    Para ti, que fazes parte deles, vai o meu carinho e o meu agradecimento em forma de palavras escritas no meu blog. A acompanhá-las há um presente feito especialmente para ti...
    Visita o meu Estados de Alma e verás...

    Um beijo.

    ResponderExcluir