domingo, 15 de maio de 2011

Que Oxalá permita RESIGNAÇÃO, LUTA E FORÇA - SALVE OS PRETOS E PRETAS VELHAS

Axé a todos! Hoje é um dia de festa, um dia de reflexão, serenidade, esperança, humildade, paciência, simplicidade e de paz.






Um dia de Umbanda, um dia de Liberdade, um dia de Preto-Velho.


Quantas lágrimas, quantas curas, quantas melhoras, quanta força, quanta doçura…


É… Quem já se ajoelhou diante de um Preto-Velho sabe o que significa essas lágrimas cheias de esperança, essas curas cheias de mirongas, essas melhoras cheias de rezas, essa força diante de tanta dor e essa doçura refletida nos cabelos brancos cacheados…


São tantas rezas, mirongas realizadas por essas entidades tão sábias.


São tantos gestos, cruzas, pontos, ponteiros, arrudas e guinés misturados e firmadas.


São tantas confidências e esperanças compartilhadas.


São falanges e mais falanges formando essa Linha de tanta resignação, luta e força.


RESIGNAÇÃO, LUTA E FORÇA.


Atributos característicos de um povo que mesmo em meio de tanta dor encontrou forças para se fazer vivo e manter vivo seu Sagrado, os Orixás.


Qualidades de um povo que mesmo em meio de chibatas, abusos morais e desmemorização, encontra esperança dentro de si e não desiste de lutar, NUNCA.


Comemorar o Dia de Preto-Velho com certeza é um dia de muita emoção, no entanto não podemos esquecer O QUE essas entidades de tanta luz estão querendo "dizer" e "lembrar".


Não podemos esquecer O PASSADO, a NOSSA ORIGEM e O QUE FOI VIVIDO.


Os Pretos-Velhos são mais que 'pretos' ou 'velhos', são lembranças, são sinalizadores, são reflexões, são verdades…


E, para mim, uma das grandes Verdades que Eles querem nos fazer lembrar é "eu senti dor, sofri, lutei, odiei, chorei, mas nunca deixei de persistir, acreditar e amar. Nunca deixei minha fé se acabar e meu Sagrado morrer"


Reflitam, a Umbanda só existe hoje por influência dos negros escravos.


Percebam, na Umbanda os Pretos-Velhos fazem parte dos anciões de maior sabedoria.


Entendam, hoje não é só dia de Preto-Velho, hoje é Dia de bater cabeça em nosso solo Sagrado e agradecer a nossos antepassados a enorme benevolência e oportunidade que temos de conviver e de aprender com esses espíritos tão grandiosos, tão significativos e tão exemplares.


Oxalá nos permita retribuir essa imensa esperança.


Oxalá nos permita uma reflexão mais elevada todas as vezes que vermos um Preto-Velho sentado em seu toco, rezando sua mironga.


Oxalá me permita chorar e me encantar diante de tanta simplicidade e generosidade.


Oxalá permita que esses Espíritos de Luz nunca desistam de nós.


Escrito por Mãe Mônica Caraccio



Ci>>Para aqueles que têm sangue PRETO nas veias E SE ORGULHA DISSO! (Recebido do meu grande amigo, quem tem me ensinado muito sobre essa cultura tão rica, esta religião que se sente, não se finge)... Pepeô!

Nenhum comentário:

Postar um comentário